sábado, maio 05, 2007

ele

Planeta: Terra. Cidade: Tóquio. Como todas grandes metrópoles do planeta, Tóquio se acha hoje em desvantagem em sua luta contra o maior inimigo do homem: a poluição. E apesar dos esforços de todo o mundo, pode chegar um dia em que a terra, o ar e as águas venham a se tornar letais para toda e qualquer forma de vida.

Quem poderá intervir?


SPECTROMAN!

7 comentários:

mari disse...

Sem tempo para dar vazão aos eflúvios, um revival sempre é bom. Esse cara de ferro é meu super-herói de coração transbordante quando eu tinha cinco anos.
Amava aquela calça marrom sem liga na perna (bem que poderia ser uma lycra fosca), gostava da sunga cavada ( e imaginava que mesmo feia combinava para ele), dos gestos duros com a mão em seta, e, inegavelmente, do silêncio do Spectromen.
Muita emoção. muita emoção em saber que havia alguém hábil para salvar o mundo.
E hoje? Quem poderá intervir?

Anônimo disse...

eu!
...
contigo.



;)

ac

Anônimo disse...

eu!
...
contigo.



;)

ac

Anônimo disse...

A chave do problema vai resultar das forças diferenciais do Sol e da Lua na Terra, e, ainda,a que vai vir de NIBIRU;ao colectivo terrestre deve caber a concretização da sensata ideia que as coisas servem as pessoas, e não o contrário.

Josué

Anônimo disse...

sempre sonhei com ele na minha cama.
:P
tesão de ferro.

Leonardo disse...

Já ouvi falar nesse super herói
parece que foi um precursor dos Powers Rangers.
Mas eu devia tá sujando a fralda ainda quando passava
rs

bjo Mari-vilhosa

Thiago disse...

Eu gostava do Spectroman. Sempre assistia. Passava no SBT? Mal lembro, era criança.

Ele era para ser um concorrente do Ultraman, que era mais famoso. Mas entre os dois, acho que preferia o Spectroman.

Spectroman lutava contra um macaco cientista louco louro vindo do espaço que faz movimentos de mímico; Ultraman, não.

Um macaco cientista louco louro vindo do espaço que faz movimentos de mímico não é coisa que se encontre sempre por aí.

Dr. Gori... saudades do Dr. Gori...